quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Pontos de exploração sexual




Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), há no Brasil quase 2 mil pontos de exploracão sexual infanto-juvenil. A divisão de combate ao crime da Polícia Rodoviária Federal realizou esse levantamento, de acordo com a polícia foram encaminhadas 152 crianças e adolescentes ao conselho tutelar, encontradas na situação de exploração.

Sabe-se que muitas crianças passam distantes dos olhos policiais, sofrem dia a dia com a exploração, trocam seus corpos por um prato de comida, ou mesmo para ajudar sua família.
Será que esse levantamento não nos causa nenhum tipo de sentimento?
As desigualdades sociais refletem o sofrimento dessas crianças, falta de oportunidades, ausência de incentivo, falta amor também de nossa parte. São crianças esquecidas nas esquinas, em porta de bares, em postos de gasolina, esperando uma "gorjeta", e retornam para as ruas desiludidas, usam drogas e desconhecem a auto-estima.
Michelle Marques de Mello

10 comentários:

barbarabiadf disse...

e muito triste

Grazielle disse...

Olá Michele...
Tudo joia???
Meu nome é Grazielle Guedes, também sou estudante de Jornalismo, gostei muito do seu blog.
Posso te dar uma sugestão de pauta?
Acho que seria legal trocarmos informações, se desejar me manda um e-mail, desta forma podemos desenvolver alguns trabalhos.
Se quiser ta aí o endereço:
grazi_gr@hotmail.com

Abraços, seu blog ta mto legal e as matérias ótimas.

ELIANE BELO disse...

CONCORDO PLENAMENTE!!
FICO REVOLTADA COM TUDO ISSO.
MAS PENSO COMO POSSO AJUDAR!!
POR ONDE COMEÇAR...
GOSTARIA DE ABRIR OS OLHOS DA POPULAÇÃO,QUE PRINCIPALMENTE DAR ESMOLAS AS CRIANÇAS NO TRANSITO.ONDE A MÃE FICA SENTADA E AS CRIANÇAS TRABALHANDO O DIA INTEIRO.MEU DEUS!! SERÁ QUE SÓ EU OBSERVO!!

Tamires Santos disse...

Olá Michele, estava 'vasculhando' a rede, quando encontrei o seu blog. Muito me interessa discutir essa questão que assola o nosso país. Sou também estudante de jornalismo, e vou adicionar seu blog, nos links do meu blog. A gente pode aperfeiçoar muitas idéias e fomentar novas discussões sobre o trabalho infantil. Tenho uma curiosidade, por quê resolveu criar um blog pra discutir especialmente o tema?

ATT, Tamires Santos - Estudante do 6º período de Jornalismo da Universidade Tiradentes-SE. Estagiária de Comunicação do Isntituto Recriando, agência da Rede Andi Brasil.

www.tamiressantosjornalismo.blogspot.com

Aguardo sua visita em meu blog.

Continue assim.

Leonan disse...

adorei tanto a sua reportagem que usei como fonte para o meu trabalho de geografia ok

Anônimo disse...

oi meu nome é luanderson eliziario rocha

Beck & Erandir disse...

orrivel tudo isso,lugar de criança e na escola...erandir

cearamor disse...

crianças e adolescentes não podem trabalhar eu achei tudo isso uma injustiça porque criança tem que ficar na escola ew não trabalhando


nome:Gabriela de sousa
data:18/06/2009
associação curumins

cearamor disse...

essa texto falando de exploraçao de crianças e adolescente no trabalho infantil é interessante por que falar de crianças e adolescente que trabalham na rua e que precisa ir para escola....

cearamor disse...

essa autora foi muito boa eu adorei o texto e achei interesante e muito importate



nome:gabriela
data:18/06/2009